Memórias e esquecimentos

quinta-feira, 31 de março de 2011

B&W

Acenou-me um adeus de longe e vi minha vida se obturando na noite fria e sem cor. Acenou em preto e branco como num filme antigo, tua face se guardou em minha lente-retina, como luz na mirada de um cego. Eternamente no escuro e comigo, tua face em P&B. Ainda guardo o bilhete amassado e espero para ver, de longe ouço o adeus, ainda a guardo nesse sombrio e pesado tempo, tua última imagem, olhos teus, fito os meus...
Laercio Nicolau



...de longe te penso
Imagino-te linda, minha!
Do desejo não entendo...

LAERCIO NICOLAU

segunda-feira, 28 de março de 2011

domingo, 27 de março de 2011

ENTENDO QUE TENHO CAMINHADO SOZINHO NESSAS NOITES ESCURAS E ENCLAUSURADORAS, ENTENDO QUE VIVO PRESO A ELAS, MAS HÁ UMA LUZ NO AZUL EMPRETEADO DO CÉU QUE ME GUIA E ILUMINA, ESTRELA BRILHO DE FOGO, ÉS MINHA AMIGA E EU UM DISCIPULO TEU, CONTIGO APRENDO, A TI CONFIO OS PASSOS, ESTRELA GUIA-ME...
Laercio Nicolau

sábado, 26 de março de 2011



...Coração, a partir desse momento nunca mais vai desejar parar de bater, pois tenho aqui guardado, um veneninho bom que manipulei pensando em você...
Laercio Nicolau

sexta-feira, 25 de março de 2011

quinta-feira, 24 de março de 2011


AQUELA COPA DE ÁRVORE ME ENVOLVIA/ E ENVOLTO A TANTA SOMBRA ME DEPARAVA CONTIGO/ LINDA E MINHA/ SONS INDECIFRÁVEIS E IMAGENS TORPES ME REMETIAM A UMA REALIDADE QUE AO ACORDAR NÃO ME LEMBRAVA MAIS.
NÃO SEI TE FALAR DO SONHO QUE TIVE/ MAS SEI QUE ERA VOCÊ E QUE EU ESTAVA LÁ/ AS MÃOS PEQUENAS DA CRIANÇA DEVIAM SER AS MINHAS PROCURANDO ALGO PARA ME AGARRAR/ SEI QUE VOCÊ ESTAVA LÁ/ O SONHO ERA MEU/
NÓS ESTAVAMOS LÁ/ A MÃO ERA A TUA.

Laercio Nicolau


...a noite caio na real
esse mundo imaginário
coberto de doce e de sal...

LAERCIO NICOLAU

terça-feira, 22 de março de 2011



Pensei agora em ti
 Imaginei-me voando...
E te juro! Quase consegui.

Laercio Nicolau

...Sopro o vento de mim e assim te vejo, poeira impregnada. Nessa casa sem luz, cor e som busco o que me resta. Ao encontrar teu colo me abrigo, tudo em mim se cala, trago um coração aflito, trago minha alma cansada e vivo risonho triste, perpétuo nesta sala...
Laercio Nicolau

segunda-feira, 21 de março de 2011


...TENDO PELOS ABISMOS E POR SALTOS MORTAIS NO VÁCUO, ESTENDO MINHA MÃO AOS CANALHAS E CRÁPULAS,  OS LEVO COMIGO SEM AVISÁ-LOS QUE TENHO E TRAGO COMIGO, ASAS ESCONDIDAS EM MEUS BRAÇOS...


Laercio Nicolau

domingo, 20 de março de 2011


PESO OU QUALQUER OUTRA UNIDADE DE MEDIDA QUE O VALHA

NÃO SOU NENHUM MATEMÁTICO.
NÃO SEI DAR MEDIDAS EXATAS SOBRE AS COISAS,
NÃO CONSIGO MENSURAR O QUE VALORIZO,
NEM MEDIR A FORÇA COM QUE O UNIVERSO ME TOCA
  A MEDIDA EXATA DE UM GESTO, O PESO DE UMA PALAVRA GASTA, O TAMANHO DE UM ADEUS, O QUANTO UM PENSAMENTO PODE DURAR EM OUTRA CABEÇA, NADA DO QUE SEI OU PENSO QUE SEI TEM MEDIDAS MATEMÁTICAS. AUSÊNCIA DE TAMANHO OU FORMA. HÁ DIMENSÕES INFINITAS...
 QUANTO PESA UMA ALMA?

Laercio Nicolau


COMPONHO AS MELODIAS E PREPARO AS RIMAS
PERCEBO QUE NESSAS LINHAS HÁ UMA LACUNA,
UM ESPAÇO VAZIO QUE NÃO TE CABE EM SUMA.


Laercio Nicolau