Memórias e esquecimentos

domingo, 31 de julho de 2011

terça-feira, 26 de julho de 2011

sábado, 23 de julho de 2011

...Eu sem você nessa cidade inundada de gente e as coisas retomam seu lugar de origem terrena, perdem a poesia que inventamos partindo dela. Eu sem você e a cidade que não é mais a mesma, não sei o que é maior: a Falta que sinto ao vê-la ou a saudade da poesia que sente ela...Os fins de tarde só são o começo das noites, que agora só fazem sentido sendo noites, assim como para todos, hora de dormir e esquecer o dia. Muros são muros, pedras ferem meu pé, mas agora ferem ao ponto de perceber o que é a dor e o que são as próprias pedras, as ruas são freqüentadas somente por pessoas e correrias, sem as pausas que os amantes dão ao tempo. Agora por fim, o amor ainda existe, mas assim como para todos, dorme numa noite sem fim e ao calor do corpo sempre esfria...

 
Laercio Nicolau

quarta-feira, 20 de julho de 2011

Quase ninguém ouve, hoje em dia, vozes mortas e eu sussurro aos gritos ao pé de tua porta. Outrora  sei que me ouviria.
Laercio Nicolau
...às vezes em que morro flutuo pelo espaço, corro solto, bato roupa no asfalto...
Laercio Nicolau
...FLECHA SOLTA QUE TRANSPASSA A COR DO VENTO, IMAGEM DISTORCIDA, ALMA PERFURADA, CONFUSÃO DE PENSAMENTOS...
Laercio Nicolau

segunda-feira, 18 de julho de 2011

...Pedrinhas n'água, lembranças que sabiamente lá no fundo, os peixes me guardam...

( para Manoel de Barros )
Laercio Nicolau
VIII

Quando eles se abraçaram naquela cidade, forasteiros, era como se num instante eles fossem a própria cidade, as ruas, as veias, o fluxo, o sangue. Ela toda imersa naquele ínfimo espaço. Cidade que dissipa e segue seu ritmo na frouxidão daqueles braços.
Laercio Nicolau

quinta-feira, 14 de julho de 2011

terça-feira, 12 de julho de 2011

HOJE DEI MINHAS MÃOS AOS PÁSSAROS E FUI LEVADO/ HOJE FUI TOMADO POR VENTOS E ASSOVIOS/ HOJE POR NUVENS FUI TOCADO. Laercio Nicolau

segunda-feira, 11 de julho de 2011

terça-feira, 5 de julho de 2011

...POUCO SEI DE VOCÊ E DE MIM BEM MENOS
JÁ LI E RELI AS ROTAS E BULAS
SIGO A DESCOBRIR, ANTIDOTOS E VENENOS...
Laercio Nicolau