Memórias e esquecimentos

quinta-feira, 29 de novembro de 2012


...Te quero, me queres. Essas nuvens altíssimas se despedem sem sequer terem chegado, já nem as conto, milhares...
Laercio Nicolau
Laercio Nicolau

(garoto podre)
...Podíamos enfeitar com luz e desperdiçar uns dias e milhões, tem certos lugares que continuam vazios e sem cor, tragam a luz, não há o que enfeitiçar...
Laercio Nicolau


quarta-feira, 28 de novembro de 2012


...não foste água ou sol ou luar em mim.
 Foste tu, doce e amarga 
rol de entrada pra qualquer fim...
Laercio Nicolau

segunda-feira, 26 de novembro de 2012


...Observei as tempestades todas, simples e furiosas, não me movi no intimo, mas pressinto que algo se dissipou, que alguma centelha se acendeu daquele estrondo e que as faces vistas não são as mesmas. Quando aquela estrela caiu, eu a toquei , não me fustiguei e a devolvi ao teu berço, guardei tua imagem pra quando precisar lembrar dela...
Laercio Nicolau

terça-feira, 13 de novembro de 2012

...as palavras que eram minhas, 
nessa hora, já  mortas, são tuas,
 aprisionadas em poucas e inacabadas linhas...
Laercio Nicolau

segunda-feira, 12 de novembro de 2012

(Oro II)
...por viver qualquer selvageria, pela mal dormida noite, pelas entradas e saídas, pelo fim de qualquer dia...
Laercio Nicolau

segunda-feira, 5 de novembro de 2012

sábado, 3 de novembro de 2012


mutantes
...e você era o sonho bom, o lado mais doce e ácido da vida, da boca a mordida, da alma o som...
Laercio Nicolau